DSC06627

Últimas Notícias de Tutu-Marambá: Macunaíma Visita Grande Otelo

Tutu-Marambá – Pesquisas das Artes do Corpo apresenta:
“Últimas Notícias de Tutu-Marambá: Macunaíma Visita Grande Otelo”

Nesta quarta-feira, dia 25 de novembro, às 20hs, na Oficina Cultural Regional Grande Otelo, em Sorocaba, o grupo Tutu-Marambá, Pesquisas das Artes do Corpo, estará apresentando seu 9º trabalho, intitulado “Últimas Notícias de Tutu-Marambá: Macunaíma Visita Grande Otelo”, e mais a instalação “Labirinto da Memória”, em que o grupo dá prosseguimento às pesquisas que vem realizando desde o primeiro semestre de 2008 nas áreas de comunicação e mídia, semiótica da cultura, artes e, especificamente, as linguagens da performance. O grupo Tutu-Marambá, dirigido por Cleide Riva Campelo (doutora em Comunicação e Semiótica), é formado pelos performers e pesquisadores Alexandre Ventris, Esdras Nuño, Ibraim Ramos, Fabíola Sydow, Flávio Queiroz, Juliana Campeão, Paulo Farias, Quitéria Maria, Marcelo Plácido, Rafael Ribeiro, Reginaldo Passos e Rosaura Mello. Neste trabalho conta ainda com a participação especial de Manu Farias (percussão) e com os fotógrafos Tiago Macambira e Nilze de Campos, que tem acompanhado o grupo desde seu início em seus registros de imagem. Conta ainda com Rolando Beltram (som), Marcos Ivers (backstage), e Laureen, Olívia e Pedro Henrique como tutuzinhos-marambás.

A preparação deste trabalho deu-se na oficina “A Memória e O Corpo”, realizada de setembro a novembro deste ano na Oficina Cultural Regional Grande Otelo, aberta a outros participantes. Destes, alguns irão participar com o grupo neste trabalho.

O grupo estará também prestando uma homenagem à Oficina Grande Otelo, que tem acolhido seus trabalhos desde o começo do grupo – que se formou a partir de uma oficina de Performance dentro da grade oferecida pela Grande Otelo em 2008. Assim, Macunaíma, aqui representado pelo diretor e saudoso artista sorocabano Carlos Roberto Mantovani, e o artista Grande Otelo que dá nome à Oficina estarão semioticamente polinizando a conversa entre as culturas arcaicas indígenas e africanas, eixo de mais este trabalho do Tutu-Marambá.

Na preparação, o grupo contou com a palestra de José Ângelo Gaiarsa, um dos pioneiros dos estudos sobre o corpo no Brasil, e com a oficina de percussão ministrada por Valquíria Rosa, da ONG Baobá. E mais estudos sobre a obra de Mário de Andrade, Pierre Verger, sobre memória, cultura e pesquisas corporais na cena da performance. Com esses fios formando a trama, o grupo fecha o ciclo da quadrilogia iniciada em julho de 2008 com “Primeiras Notícias de Tutu-Marambá”, seguida por “Notícias do Tempo Antes de Tutu-Marambá” em novembro de 2008, continuada por “Velhas Notícias de Tutu-MarambOnça/Inscrições” apresentada em julho de 2009. Agora, com “Últimas Notícias de Tutu-Marambá: Macunaíma Visita Grande Otelo” o grupo encerra estes trabalhos sobre as bases arcaicas da cultura brasileira e lança novos olhares para o futuro.

Este slideshow necessita de JavaScript.