469854_481813821845055_839128_o

Quarta-tutu de ontem/partitura

Quarta-tutu de ontem/partitura: na roda dos começos de sempre, trocamos nossas memórias sobre as pequenas estratégias de sobrevivência, tudo o que inventamos para nos curar, para nos restaurar, a cada tombo. Inspirados por Roberto Gambini, que nos enviou a história de como as florestas reagem após o fogo, partimos do movimento de gangorra: onde deixamos o fluxo da vida fluir para um lado e para o outro, a própria vida conduzindo a cura aos nossos males cotidianos. Dali, o soar de um sino foi nos conduzindo às pequenas transformações dos gestos. Depois, passamos para Handel (concerto grosso, op.3) a responsabilidade de nos conduzir e (des)orientar. Criamos e recriamos a vida sobre a Terra: restauramos a vida em nós mesmos e brincamos de deuses: fomos ar, algas movidas pelos oceanos, fomos água, fomos pássaros. Bem, depois, como sempre, a mesa, o riso aberto, a conversa tecendo fios de novos sonhos. Somos livres. Somos artistas, ocupados na reinvenção da vida a cada passo. Somos vida fluindo pelo corpo! Evoé…TutuTutu-Marambá: Pesquisas das Artes do Corpo

0 comments on “Quarta-tutu de ontem/partituraAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>