10476325_1005214262838339_4658647103073538184_o

Contemplar nossas fragilidades

Tutu-Marambá: Pesquisas das Artes do Corpo – nesta quarta, dia 20, começamos a contemplar nossas fragilidades e reações ante as crises extremas. Foi uma roda de conversas mais longa do que o habitual. Mas, era só preparação para a chegada do touro. Ao som de Guns N´ Roses (paradise city, my michelle, think about you), ancoramos nosso touro, nossa potência, nossos bichos. E dançamos a liberdade de nossas invenções. Viva tutu. Viva a delícia da gente saber ser o que somos. Evoé.

0 comments on “Contemplar nossas fragilidadesAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>