264837_242983542394752_1976480_n

Como a cor quente e o sabor-terra

Como a cor quente e o sabor-terra de uma sopa de abóbora, moldamos nossos corpos, nesta quarta-tutu, seguindo a vibração que brotava do chão e nos chacoalhava. Direita, esquerda, alto, baixo: lados, pontos de vista, sempre passíveis de mudança. Reinventamos passos e mudras, e dançamos alguma memória perdida lá dentro do corpo, ao som de Beethoven. Dançar a vida, sempre e celebrar a saúde do corpo:sensação boa do viver. Performance. Tutu-Marambá, Pesquisas das Artes do Corpo. Evoé!

0 comments on “Como a cor quente e o sabor-terraAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>