1960777_817369421622825_390413414_o

Jauára Ichê. Oficina n.3: O Passageiro Estranho. Semelhanças nas Estruturas de Peer Gynt, de Ibsen e Macunaíma, de Mário de Andrade.

Jauára Ichê. Nós e Entremeios da Cultura Antropofágica
Oficina Grande Otelo/Cleide Campelo, 5/2/2014
Oficina n.3: O Passageiro Estranho. Semelhanças nas Estruturas de Peer Gynt, de Ibsen e Macunaíma, de Mário de Andrade.

Macunaíma falou primeiro, na orelha de Peer Gynt: “há algo de estranho no reino da Dinamarca.” Peer nem ouviu, distraído que estava ouvindo os pássaros do novo mundo. Quando disse “o que?”, Macunaíma já estava olhando a constelação do caçador, que ia alta no céu, já transformado na Cobra Grande vermelha. “Ah, se eu te pego, Ceiussu”.
Os índios, enfileirados, brincavam de guerra. Socos pra cá, chutes pra lá; gritos no cangote do outro: tudo para impressionar o herói nórdico, que com a Cobra Grande visitava os trópicos. Peer ficou meio que gostando da indiarada – e quase que fica para sempre por estas bandas. Mas, tem sempre alguém botando o espelho na cara da gente: hora de andar.
Os heróis foram pulando poças em direção às grandes chuvas; a indiarada virou um bando de crianças, pulando corda, jogando bola, virando cambalhota no ar, brincando de estátua, inventando brincadeiras que nunca haviam sido brincadas antes.
E o tempo foi voltando, foi voltando e já era hora da gente sentar na grande roda, dar bons abraços e tomar o caminho da casa.
Porque o tempo é feito bicho-onça: quando faz barulho, é perna-pra-que-te-quero. E lá foram as crianças em direção do sono, para empinar mais meia dúzia de sonhos, enquanto os heróis continuam a enfeitiçar o corpo da gente.

0 comments on “Jauára Ichê. Oficina n.3: O Passageiro Estranho. Semelhanças nas Estruturas de Peer Gynt, de Ibsen e Macunaíma, de Mário de Andrade.Add yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>