05/12

Nesta quarta, 5 de dezembro, o grupo Tutu-Marambá, Pesquisas das Artes do Corpo, deu prosseguimento aos estudos sobre corpo e espaço. Hoje trabalhamos as questões dos deslocamentos, do nomadismo: começamos ouvindo Chico Buarque: Violeira e Rap do Cálice. Violeira me fez pensar nas moças da praça que entrevistamos e olhamos. Gostei do refrão: “quero ver quem é que arranca nós aqui deste lugar!” O Rap do Cálice do Chico é o melhor exemplo de deslocamento, de pensamento nômade: aquele que não fica preso no passado, na glória, no ego. O verso “Palmas pro refrão doído do rapper paulista” é um absurdo: a melodia é como a amêndoa do caroço do pêssego, pérola escondida. E o arsênico ali também detona a emoção, Chico encontrando Criolo, como aquele avião entrando no corpo do prédio americano. Fica tudo suspenso por uns segundos, a gente quase morre de susto, e volta-se a respirar como sempre. Deslocamento, nomadismo – movimentos contrários de só se viver aquilo que se conhece. Assumir riscos, vertigem, exercício para os olhos…Claro, que antes de tudo, lembramos Décio, do trio concretista, que partiu esta semana. Nem sabíamos ainda de Niemeyer…Viva o poeta! Viva o artista das curvas!
Em seguida, trabalhamos nossos deslocamentos sutis e mais escondidos, no exercício corporal que fizemos, deslocando os quadris: requebrando, botando pra quebrar (no caso, nossa rigidez de cada dia, que sempre insiste em engessar nosso corpo). Junto com a soltura dos quadris, soltamos as palavras. Primeiro palavras-palavras; depois palavras recém moldadas, sons novos, articulações sonoras virgens de significado. Nesse segundo momento foi quando aconteceu a liberação do quadril, da pelvis, das couraças. Momento mágico. Aproveitamos para revisar nossa memória yogue: fizemos uma roda de asanas…
Em seguida, assistimos a parte final do documentário do Koellreutter, para terminar no encantamento das palavras sedutoras daquele mago/músico e seu som incrível.
O macarrão nos uniu em volta da mesa, na escada, em frente à TV. Deslocamentos…

0 comments on “05/12Add yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>